Morada: Avª de Roma, 58, 1º Esq., 1700-348 Lisboa


Telefone: 961559196


Valor em €: 881,10€


Nº de Votos: 41 Votar


Destino: Projecto-piloto “CafécomVida"



 

Somos uma Associação não governamental para a pessoa com deficiência (ONGPD), reconhecida como IPSS este mês de Outubro , fundada por um grupo de pais de crianças com perturbações ligeiras do desenvolvimento intelectual, apoiados por uma reconhecida médica neurologista nacional.

 

Acreditamos que as pessoas com perturbações ligeiras do desenvolvimento intelectual (PLDI) podem ter uma vida autónoma e serem verdadeiramente integradas na sociedade, realizando-se como seres humanos, como acontece de forma exemplar noutros países que nos inspiram para a nossa missão.

 

Decidimos iniciar a nossa missão de forma a resolver um problema social muito específico: a grande maioria dos jovens com necessidades educativas especiais terminam a escola e, ou ficam em casa, ou são institucionalizados, com programas em CAO's - uns mais dinâmicos que outros - mas que acabam por comprometer a perspetiva de um futuro autónomo, porque se trata de uma vivência destacada da sociedade em que se inserem (pelo menos na maior parte do tempo), e não em total inclusão. Ou seja, não existe uma resposta social para estes casos.

 

Por esta razão, e fazendo jus ao nome da nossa Associação, decidimos que o nosso primeiro projecto de autonomia será um “espaçocomvida”, ou seja, um estabelecimento comercial (um cafécomvida, uma casa de chácomvida, uma livrariacomvida…), aberto ao público e localizado numa zona central de passagem, onde estes jovens possam ter, findo o percurso escolar, um plano de formação que contempla:

 

1) 20 h semanais de trabalho remunerado no espaço com vida (incluindo atendimento ao público);

 

2)9,5 h semanais de formação complementar nas disciplinas Inglês, Marketing Digital, Matemática funcional e Português funcional, trabalhadas internamente e/ou em parceria com outras instituições;

 

3) 3 h semanais de Treinos de autonomia individuais, de acordo com necessidades de cada candidato previstas no respetivo plano de autonomia.

 

4)) Horas passadas em participação comunitária, o que integra tempos de estágio em parceiros localizados na comunidade onde estará implementado o projeto e ação social.

 

O primeiro estabelecimento será um “CafécomVida” abriu em Outubro na Cafetaria da Fundação Portuguesa de Comunicações, estando prevista a integração dos jovens e o inicio do projecto café-escola no início de 2019.

 

Em paralelo foi-nos cedido um espaço para a nossa sede em Lisboa pela CML. Encontramo-nos, atualmente, com a necessidade de adquirir algum equipamento para a nossa sede e contamos com o vosso apoio para a aquisição de uma mesa, 4 cadeiras, um computador e uma impressora. Contamos convosco.