Causa vencedora novembro 2017

Causa vencedora novembro 2017

Mónica uma menina com 28 anos portadora de síndrome de rett uma doença degenerativa que causa dependência de um adulto 24 horas por dia. A sua família pediu-nos ajuda para a aquisição de um sistema de comunicação aumentativa, para que ela possa comunicar com os seus olhos, já que não fala é uma maneira de poder se expressar. Não podemos deixar de fazer todos os esforços para ajudar a Mónica, por isso apelamos aos doadores do movimento um euro que ajudem a Mónica a ser mais feliz.

Causa vencedora outubro 2017

Causa vencedora outubro 2017

A Casa Acreditar de Coimbra acolhe a título gratuito crianças e jovens com cancro residentes fora da região de Coimbra, acompanhadas das famílias, durante os períodos de tratamento. As suas instalações e funcionamento estão organizados para que estas famílias possam reorganizar a sua vida face à nova realidade da forma mais harmoniosa possível e lhes sirva de apoio não só social como emocional. Com a aquisição de uma nova forra lavável para o sofá da sala das crianças pretende-se promover um maior bem-estar e nível de higiene para as famílias de crianças e jovens, alojadas na Casa Acreditar de Coimbra.

Causa vencedora setembro 2017

Causa vencedora setembro 2017

A Dá-Me a Tua Mão é uma associação humanitária sem fins-lucrativos, cuja missão é ir ao encontro do outro, combatendo a fome. Diariamente distribuímos uma refeição quente a famílias e sem abrigo e reunimos cabazes alimentares para reforçar a alimentação de famílias em piores condições sociais. Auxiliamos mais de 1700 pessoas nesta missão que existe há mais de 13 anos. Circulamos pelas várias localidades no concelho do Seixal, 7 dias por semana, para recolher e distribuir os alimentos à nossa população. Este apoio permitirá responder às despesas diárias da associação e a reforçar os cabazes alimentares com leite, atum, salsichas e queijo para sandes que acompanham a sopa diariamente.

Causa vencedora agosto 2017

Causa vencedora agosto 2017

O Centro Comunitário São Cirilo é uma IPSS “comunidade de inserção” no Porto que acolhe e capacita cidadãos estrangeiros e nacionais em idade ativa e em situação de exclusão social. O Centro pretende não só dar resposta às necessidades básicas de alojamento e/ou alimentação dos seus utentes, mas também desenvolver neles competências técnicas e sociais, ajudando-os a encontrar trabalho e a seguir pelo seu próprio pé o caminho da vida (segundo a lógica de capacitação de “dar o peixe e ensinar a pescar”). A valência “alojamento” alberga até 18 pessoas, e pretende-se que seja verdadeiro espaço caseiro e familiar, com quartos duplos e espaços comuns confortáveis, onde todos se sintam cuidados e bem acolhidos. Infelizmente a caldeira dos banhos da ala masculina avariou-se recentemente, sendo impossível a reparação e tornando-se necessário a compra de uma caldeira nova. A sua falta não se tem feito sentir no tempo quente, mas será importante a sua substituição, após o Verão, com a chegada do tempo frio. Sendo o nosso orçamento muito apertado, todas as ajudas para a compra deste equipamento que ajuda os nossos utentes a “sentir-se (confortáveis) em casa” são bem-vindas e de agradecer. Muito obrigado pelo apoio!

Causa vencedora julho 2017

Causa vencedora julho 2017

A Vida Norte é uma IPSS, que tem como principal missão apoiar grávidas e bebés em situação de vulnerabilidade, através de um acompanhamento de proximidade. Acompanhamos uma média de 80 grávidas e famílias por mês, desde a gravidez até ao bebé completar 18 meses de vida, trabalhando ao nível da capacitação para que, findo este período, a Mãe possa, de forma autónoma, dar seguimento a um projecto familiar estruturado e feliz. Em 2016, recebemos 115 novos pedidos de apoio (uma média de 10 pedidos mensais), acompanhámos um total de 177 Famílias e vimos nascer 58 bebés. O seu donativo de 1€, em conjunto com o dos restantes 751 doadores, reverterá para a compra de 50 latas de leite adaptado, que nos permitirão alimentar aproximadamente 8 bebés durante 3 meses!”

Causa vencedora junho 2017

Causa vencedora junho 2017

A Casa da Criança é um Lar de Infância e Juventude (LIJ) e constitui uma das valências disponibilizadas à comunidade pela Santa Casa da Misericórdia do Peso da Régua (SCMPR). Trata-se de uma instituição de regime aberto, generalista, que acolhe crianças/jovens do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 0 meses e os 18 anos de idade, sendo que, caso seja essa a vontade da jovem acolhida, é salvaguardada a possibilidade de manutenção da medida de promoção e proteção até aos 21 anos. Atualmente existe ainda a possibilidade de integração na resposta social de crianças/jovens do sexo masculino, desde que com idades até aos 6 anos, especialmente no caso de se tratar de uma fratria. Todas as crianças/jovens institucionalizadas na Casa da Criança têm aplicada uma medida de promoção e proteção de acolhimento residencial, sendo que a mesma é determinada à priori pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) ou pelo Tribunal. Com capacidade máxima de 30 utentes, atualmente a Casa da Criança acolhe 24 crianças/jovens com idades compreendidas entre os 10 meses e os 20 anos, tendo como denominador comum o facto de, em certo momento das suas vidas, terem estado expostas a situações potencialmente ameaçadoras e geradoras de sentimentos desagradáveis pelo que, por norma, se encontram mais frágeis não só do ponto de vista socioeconómico, mas também cognitivo, afetivo e emocional. Quando a intervenção desenvolvida pelas entidades de primeira linha não obtém o sucesso desejado, a Casa da Criança assume, no âmbito da execução da medida de acolhimento institucional, a integração de crianças e jovens do sexo feminino para que, além de terem a oportunidade de desenvolver competências de autonomia de vida e de socialização, através da sua inclusão em grupos de lazer da comunidade, possam ter um verdadeiro lar. Um dos principais objetivos da Casa da Criança é, pois, proporcionar às crianças/jovens os cuidados adequados às suas necessidades, em condições de vida tão aproximadas quanto possível às da estrutura familiar, promovendo um ambiente seguro e impulsionador do seu bem-estar e desenvolvimento integral. Neste contexto, torna-se imprescindível dotar os espaços da instituição com o maior conforto possível e é com esse intuito que a instituição apresenta esta candidatura. A Primavera já chegou e embora o bom tempo e as temperaturas altas já se tenham feito sentir, é preciso começar a preparar as próximas estações mais frias para que nada falte às crianças/ jovens da Casa da Criança. Uma vez que os cobertores da instituição são muito antigos e já se encontram deteriorados devido aos vários anos de utilização que acumulam, torna-se agora indispensável adquirir edredões para que as noites sejam mais quentes e confortáveis para todas as habitantes desta Casa.

Causa vencedora maio 2017

Causa vencedora maio 2017

O Centro Raríssimo da Maia – Centro Multidisciplinar de Reabilitação Intensiva – presta serviços de saúde de excelência direcionados a portadores de deficiências mentais e raras. De forma a dar uma resposta cada vez mais adequada e direcionada para as necessidades dos 70 utentes acompanhados atualmente, urge a necessidade de adquirir equipamento técnico específico para as valências de Terapia da Fala, Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Com este equipamento poderão ser desenvolvidas atividades que promovam a habilitação / reabilitação destes utentes contribuindo assim para uma crescente independência e funcionalidade.

Causa vencedora abril 2017

Causa vencedora abril 2017

O CASA, IPSS desde 2007, presta apoio à população mais carenciada de Lisboa, através de uma rede de mais de 300 voluntários. Confeccionamos e distribuímos 365 dias por ano cerca de 400 refeições quentes nas ruas de Lisboa, e apoiamos mensalmente 140 famílias comprovadamente muito carenciadas através da distribuição de cabazes alimentares. A distribuição das refeições à população sem-abrigo é feita através de cinco rotas que cobrem os principais pontos da cidade (Saldanha, Av. da Liberdade, Av. Almirante Reis, Gare do Oriente, Alcântara, Cais do Sodré, entre outros), e nas quais as pessoas sem-abrigo sabem que podem contar connosco todos os dias, à mesma hora, independentemente do esforço que seja necessário fazer para cumprirmos a nossa missão. Para que possamos continuar a desenvolver o nosso trabalho, iremos precisar em breve de um novo fogão industrial que nos permita continuar a apoiar as pessoas que diariamente chegam até nós, motivo pelo qual pedimos a vossa ajuda!

Causa vencedora março 2017

Causa vencedora março 2017

As Equipas de Rua constituem uma intervenção direta permanente cuja missão é a de garantir o contacto sistemático com as pessoas sem-abrigo, de modo a com que se abra a oportunidade, aos poucos, de as motivarmos a mudança e, assim, reconstruirem um novo sentido de vida. A Comunidade Vida e Paz conta com 536 voluntários que todas as noites, rotativamente e organizados em 56 equipas, percorrem Lisboa em 4 circuitos diferentes parando em cerca de 100 pontos da cidade. Como meio de aproximação às pessoas sem-abrigo, os voluntários distribuem uma ceia em embalagem individualizada (duas sandes em carcaça do dia, um copo de leite ou iogurte, bolo seco ou peça de fruta). Com esta intervenção pretende-se ir ao encontro das pessoas sem-abrigo, de forma a criar uma relação de confiança, que permita motivar as mesmas a mudar de vida. Em 2015, foram distribuídas 147.820 ceias às 480 pessoas sem-abrigo contactadas nos 365 dias do ano.